Central de atendimento (47) 3355-0288

    8 Coisas que Toda Mulher Precisa Saber Sobre o Ultrassom de Mama

    Você certamente já ouviu falar em ultrassom de mama, mas sabe qual a real importância desse exame?

    Segundo dados o INCA, Instituto Nacional do Câncer, o câncer de mama é o segundo mais comum no Brasil. É também o tipo câncer que mais acomete mulheres no mundo inteiro.

    Apesar dos fatos alarmantes, o câncer de mama pode ser combatido com sucesso em até 95% dos diagnósticos. Para isso é fundamental manter os exames de rotina em dia.

    Ao contrário do que se imagina, os exames de mama não são voltados apenas para mulheres acima dos 40 anos. Procedimentos como a ultrassonografia da mama podem ser realizados em qualquer idade e ao longo de toda a vida da mulher.

    Infelizmente ainda existem muitas informações equivocadas sobre os diferentes tipos de procedimentos preventivos. Muitas mulheres acabam evitando os exames de imagem por medo ou simplesmente falta de conhecimento sobre o assunto.

    Afinal, como é o ultrassom de mama? De que modo é feito? Ele causa dor? É sobre esse importante assunto que falaremos hoje.

    1 – O que é o ultrassom de mama?

    O ultrassom de mama é um exame realizado com ondas de alta frequência sonora. A emissão de um tipo específico de som ajuda o especialista a obter uma imagem detalhada da mama e a identificar eventuais alterações.

    Trata-se de um exame que não emprega nenhuma espécie de radiação, ao contrário de outros procedimentos como a tomografia e o raio x.

    Evite confundir o USG mamária com mamografia. Veja a diferença entre os dois:

    ·     USG: exame rápido, de fácil realização e indolor. Não emite radiação e é realizado por um médico. O laudo é emitido na mesma hora.

    ·     Mamografia: exame rápido, mas que pode ser doloroso para algumas mulheres. Emite radiação, sendo realizado por um técnico radiologista com o aval de um médico radiologista. Normalmente o laudo não sai na hora.

    É essencial frisar que os dois exames são de extrema importância para a prevenção e diagnóstico do câncer de mama e de outras enfermidades. Podemos perceber que o exame de imagem da mama possui diversas vantagens. Veja só:

    ·     Não exige nenhum preparo prévio: basta agendar o seu exame e comparecer à clínica.

    ·     Rápido e eficiente: você gasta apenas 15 minutos do seu dia e recebe o resultado na hora.

    ·     Prevenção total: mesmo que você tenha percebido algo fora do normal em apenas uma mama, o ultrassom é realizado nas duas. Assim você sai tranquila e com um exame completo.

    ·     Para todas: a ultrassonografia pode ser feito em qualquer mulher, de qualquer idade, mesmo gestantes e mulheres em período de amamentação.

    ·     Segurança: a tecnologia responsável pelo exame de imagem da mama é muito confiável e com alta taxa de eficiência no diagnóstico de nódulos mamários.

    ·     Nada de dor: trata-se de um procedimento muito simples e completamente indolor.

    ·     Preço justo: o ultrassom de mama é um exame com custo médio de 130 a 200 reais, o que o torna bastante acessível.

     

    2 – Quais problemas podem ser detectados pelo ultrassom de mama?

    Diversas modificações biológicas e doenças podem ser detectadas e prevenidas com a ajuda do exame de imagem. Basicamente temos dois tipos de alterações:

    ·     Alterações benignas: lipomas (nódulos de gordura),

    cistos (“nódulos de água”), fibroadenomas (nódulos benignos), mastalgia (dores nas mamas), fluxo papilar (saída de líquidos das mamas), avaliação de implantes mamários (silicone) além de alterações inflamatórias como mastites e abscessos.

    ·     Alterações malignas: nódulos suspeitos para câncer de mama. Podem ser classificados como invasivos ou não invasivos. O diagnóstico definitivo dependerá sempre de outros exames complementares.

     

    3 – No caso de encontrado algum nódulo ou alteração, como devo proceder?

    No Brasil ainda temos um grande tabu sobre a prevenção das doenças da mama. Algumas mulheres têm certo receio em realizar o autoexame ou de fazer alguns procedimentos mais técnicos, como é o caso da ultrassonografia.

    Todos sabemos que a prevenção das doenças de mama é muito eficaz, mas para que isso aconteça é preciso criar uma rotina de exames baseada numa conversa com seu médico.

    Uma vez detectada qualquer mudança na mama, o ultrassom irá determinar com mais precisão que tipo de alteração é essa. Dependendo das características do nódulo será atribuída uma classificação chamada de Birads – sigla em inglês para Relatório de Sistema de Dados sobre Imagem de Mama.

    O Birads possui uma escala que vai de zero (nos casos de exame inconclusivo) até 6, onde há presença efetiva de um câncer. Esse diagnóstico só poderá ser feito depois de uma biópsia.

    Tenha sempre em mente: todo nódulo ou alteração na mama merece atenção, mas muitas doenças mais sérias não são perceptíveis ao tato. Da mesma forma que eventuais caroços ou alterações mais evidentes não significam essencialmente a presença de câncer. Tudo dependerá dos resultados do exame e do diagnóstico médico.

     

    4 – O que é biópsia de mama e quando deve ser feita?

    A biópsia causa medo em muitas mulheres, mas na prática é um procedimento bem simples e fundamental para um bom diagnóstico. Ele consiste na retirada de uma pequena amostra de material da mama para ser analisada por um patologista.

    Esse é um exame rotineiro e extremamente seguro, feito com anestesia local e realizado por um radiologista especializado no assunto. Ou seja, nada de preocupações. A biópsia é apenas mais uma ferramenta para garantir a sua saúde.

    Outro dado pouco conhecido é que nem todas as biópsias são iguais. Existem diferentes técnicas de acordo com o tipo de nódulo detectado no ultrassom. Isso garante um atendimento mais humanizado e sob medida para cada perfil de paciente.

    O material colhido é enviado para o laboratório onde passa por uma série de análises detalhadas para o melhor diagnóstico. O resultado é emitido em aproximadamente uma semana.

    É sempre importante lembrar que a biópsia é uma intervenção necessária e não um veredito final. Somente após o teste em um laboratório de patologia é que podemos afirmar que um nódulo é ou não maligno.

     

    5 – E o autoexame da mama? Ele é realmente necessário?

    Sim. Se conscientizar da importância do autoexame é importantíssimo para manter a sua saúde em dia. Trata-se de um gesto simples que pode salvar vidas.

    O ideal é que a mulher faça o autoexame de mama uma vez por mês. Ele pode ser realizado durante o banho, diante do espelho ou até mesmo deitada. São necessários apenas alguns minutos para perceber se há algo incomum. Observe se há algum caroço, secreção, ferida, mudança na textura da pele ou alteração no formato da mama ou do mamilo.

    Não há uma técnica melhor que a outra. O ideal é realizar toques delicados ao longo dos seios e ficar atenta para qualquer anormalidade. Conhecer o seu corpo e valorizar o seu bem-estar é o primeiro passo para prevenir.

    Devemos lembrar que o autoexame não é o suficiente para a prevenção total do câncer de mama. O toque não é capaz de detectar algumas doenças ainda em fase inicial, quando qualquer anomalia não fica evidente para a mulher. Trata-se de um complemento na prevenção, não uma medida definitiva.

    O único modo de detectar efetivamente eventuais tumores e outros problemas mamários é indo a um especialista. É aqui que entram os exames de rotina como a mamografia e o USG de mama.

     

    6 – Para quem é recomendado o ultrassom de mama?

    Não há nenhuma restrição quanto a aplicação desse exame. Como se trata de um procedimento não invasivo, qualquer mulher pode realiza-lo em poucos minutos. De todo modo, em alguns casos ele é especialmente benéfico. O ultrassom é recomendado para:

    ·     Mulheres com seios grandes ou mamas densas.

    ·     Mulheres jovens, uma vez que apresentam maior densidade da mama.

    ·     Mulheres com dores nas mamas.

    ·     Presença de secreção espontânea no mamilo.

    ·     Presença de qualquer tipo de retração ou inversão do mamilo.

    ·     Presença de qualquer tipo de nódulo na mama ou nas axilas.

    ·     Mudanças na textura da pele da mama.

    ·     Como exame complementar da mamografia.

    ·     Como exame pré e/ou pós operatório para a colocação de próteses de silicone nos seios.

    Há ainda um fator de risco que deve ser considerado. Em casos de famílias com histórico de câncer de mama, principalmente em parentes de primeiro grau como mães, irmãs ou filhas, a prevenção deve ser iniciada o quanto antes.

     

     

    7 – Onde fazer e qual o preço de uma ultrassonografia de mama?

    O exame deve ser feito em uma clínica de ultrassonografia ou de radiologia e diagnóstico por imagem. O responsável pelo exame será sempre um médico radiologista especializado no assunto e devidamente credenciado.

    Primeiramente a paciente deverá obter do seu médico o encaminhamento (pedido médico). Depois irá apresenta-lo numa clínica que disponha de estrutura para a realização do exame. Para isso a HC Imagem conta com uma competente equipe de especialistas, além de equipamentos modernos de última geração.

    Há um valor especial para pacientes com encaminhamento do SUS e participantes de sindicatos cadastrados. Trata-se de um exame coberto pela maioria dos convênios de planos de saúde, o que o torna ainda mais acessível.

    A HC Imagem possui unidades no Hospital Imigrantes de Brusque, no Salutar Centro de Saúde e no Instituto de Ortopedia e Traumatologia de Brusque.

     

    8 – Como posso prevenir o câncer de mama?

    O primeiro passo é desenvolver uma atenção especial ao seu corpo. Quando a mulher observa a si mesma com cuidado, passa a ter hábitos mais saudáveis e a criar uma rotina de exames com maior dedicação.

    Não podemos desenvolver o pensamento de que exames são gastos desnecessários. Os custos com procedimentos preventivos são irrisórios quando comparados ao benéfico de saúde e qualidade de vida que um diagnóstico eficiente pode trazer. É sempre mais barato, saudável e eficaz investir em precaução.

    Quando falamos em câncer de mama, fique atenta para os 8 passos preventivos:

    1.   Faça o autoexame: como já falamos anteriormente, o autoexame ainda é um poderoso aliado na prevenção do câncer de mama. Mas lembre-se: ele é uma ferramenta auxiliar e não substitui um exame mais completo.

    2.   Cuide de sua alimentação: reduzir o consumo de carne vermelha, alimentos gordurosos e ultra processados ajuda muito na prevenção do câncer. Dê preferência para produtos orgânicos, como frutas, verduras e vegetais e invista numa alimentação rica em fibras.

    3.   Não fume: fumar é certamente o maior fator causador de câncer no mundo. No caso das mulheres o risco é potencializado pela alta incidência de câncer de mama. Se você é fumante, busque ajuda e pare. Se convive com um fumante, tome cuidado com o fumo passivo.

    4.   Faça atividades físicas: manter uma atividade física regular ajuda o corpo a manter o sistema imunológico sempre bem. Uma musculatura forte e ativa é fundamental para uma saúde duradoura.

    5.   Cuide do seu peso: converse com seu médico para o melhor padrão de peso de acordo com o seu biótipo. Não é estética, é uma questão de saúde. Mulheres muito acima do peso são mais suscetíveis ao câncer de mama e outras enfermidades.

    6.   Conheça o histórico da sua família: quando há alguma ocorrência de câncer entre parentes próximos, maior será o risco. Um bom histórico familiar pode ajudar muito em processos preventivos.

    7.   Evite o estresse: pessoas com padrões de vida muito estressantes são mais propensas a desenvolver câncer e outros males. Pratique atividades relaxantes, cuide da sua vida social e valorize o seu bem-estar mental acima de tudo.

    8.   Não tenha medo de se cuidar: há uma ideia equivocada de que cuidar preventivamente da saúde é algo negativo. Não tenha receio de ir ao médico, fazer perguntas, nem tampouco de realizar exames. Inclua os exames de rotina na lista de seus hábitos.


    Concluindo

    Não restam dúvidas de que a ultrassonografia mamária é um procedimento substancial para uma vivência mais saudável. Toda a sua praticidade e eficiência se convertem em mais qualidade de vida e bem-estar para mulheres de todas as idades.

    Caberá sempre ao seu médico solicitar o exame, portanto, agende sua consulta periódica e converse com ele abertamente sobre o assunto. Quanto mais bem informada você estiver melhor será a sua prevenção.

    A HC Imagem oferecerá sempre a melhor estrutura da região, ampla gama de convênios e ambiente acolhedor. Tudo para que você encontre em um só lugar equipamentos de primeira linha e atendimento.

    Esclareça suas dúvidas, saiba mais sobre os nossos serviços!